Por que estou fazendo mestrado?

giphy.gif

Vamos começar do começo.

Você já parou para pensar que você é um produto? Isso mesmo um produto! E a todo momento somos obrigados a nos ‘vender’. Seja numa conversa informal com possíveis amigos, em uma entrevista de emprego, e até mesmo para ‘conquistar’ um amor.

O problema disso é que querendo ou não, somos rotulados por nós mesmos e posteriormente pelos outros. Até aí tudo bem, mas e se um dia você não quiser mais ser o ‘fulano de tal engenheiro’ e quiser ser ‘o ciclano artista plástico’ ?

Pois é, mudar a cabeça das pessoas com relação a quem você é não é algo que acontece de uma hora para outra, pelo contrário, exige MUITO esforço e empenho. Por muitos anos fui a “Raquel da criação publicitária”, a “guria do design”, “a menina da edição”, e isso ficou de tal forma no imaginário coletivo que nem mesmo uma pós em marketing e um mestrado voltado para a moda tirou essa “aura” da cabeça das maior parte das pessoas.

Enfim, a verdade é que continuo estudando para ser reconhecida por outros méritos e principalmente em outra área que não seja o mercado publicitário. Mas convencer as pessoas no geral, de que tenho conteúdo para ministrar palestras, escrever artigos, dissertar sobre MODA e dar dicas de personal stylist não tem sido uma tarefa fácil, confesso!

Então, ingressar em um mestrado basicamente é minha forma de dizer: Ei, eu não faço apenas arte viu? E só quem já quis trocar de rótulo sabe do que eu estou falando.

 

Anúncios

Conselho de amiga. Sobre faculdade e realização profissional.

Eu sei que se conselho fosse bom seria vendido e não dado. Mas me sinto na obrigação de dar um conselho para todo(a)s que estão nessa fase de cursar graduação. Acho que estou fazendo isso porque sinceramente eu precisei, mas não tive quem me dissesse (ou talvez os que tentaram foram categoricamente ignorados, vai saber…). Então aí vai:

Em primeiro lugar: Aproveite seus professores! Sabe aquela aula super conceitual/filosófica, e que você acha uma chatice? Pois é…ela é muito importante! Provavelmente esse seu professor tem MUITO conhecimento e você como aluno vai perder horrores se recusando a absorver isso, na pior das hipóteses, pense que está perdendo dinheiro se não aproveitar.

giphy.gif

Em segundo lugar: Trate de se conhecer. A gente entra na faculdade bem imaturo, pelo menos esse foi meu caso, e o fato de não ter tanto autoconhecimento acabou atrasando minha vida alguns anos. Saber se você tem um perfil empreendedor, corporativo ou acadêmico vai te ajudar e muito a encontrar a área certa onde atuar, de quebra te poupa de algumas frustrações.

giphy (1).gif

Em terceiro (e último) lugar: Seja humilde. Não importa quanto você já tenha estudado, lido, corrido atrás, enfim… Mesmo as pessoas com pós-doc ainda tem muito a aprender. A faculdade é um ambiente super bacana pra aproveitar e adquirir novos conhecimentos. Participar de projetos, pesquisas, trabalhos voluntários, palestras gratuitas, etc ajuda absorver conhecimento e te faz ir mais longe (no mínimo você vai descobrir o que não quer fazer da vida) #ficadica.

giphy (2).gif

Isso aí, pessoal 😉

Um abraço!